Arquivo de agosto, 2016

BLOG DOS SERVIDORES DO CONSELHO DE RECURSOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

31.08.2016
Do blog DIÁRIO DO CENTRO DO MUNDO
Por Paulo Nogueira

dilma-fala2Dilma se agigantou no impeachment
Parecia que a melhor hora de Dilma tinha sido seu discurso na véspera do julgamento final do Senado.

Mas não.

Em clareza, grandeza, Dilma se superou na entrevista que concedeu pouco de definido o golpe.

Ela declarou guerra ao golpe.

Não guerra no sentido militar convencional. Ninguém está falando de pegar em armas ou coisa do gênero.

Trata-se de guerra política.

O primeiro e essencial passo é dar às coisas o nome que elas têm, sem lantejoulas e sem metáforas.

Uma amostra do que Dilma disse com a contundência indispensável:

1) É golpe. É golpe parlamentar, mas é golpe. Com exclamação.

2) Por trás do golpe estão as velhas forças conservadoras de sempre, os reacionários que conspiraram contra Getúlio, JK, Jango, Lula e, finalmente, a próprio Dilma.

3) Os golpistas tiveram uma contribuição milionária da…

Ver o post original 372 mais palavras

BLOG DOS SERVIDORES DO CONSELHO DE RECURSOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

31.08.2016
Do portal JORNAL GGN

Jornal GGN – Em discurso após o resultado do processo de impeachment, Dilma Rousseff lamentou, na tarde desta quarta (31), que o mandato que ela conquistou nas urnas, em 2014, seja entregue a um grupo político que tenta escapar da Lava Jato e que deu um golpe de Estado para chegar ao poder.

“Com a aprovação do meu afastamento definitivo, políticos que buscam desesperadamente escapar do braço da Justiça tomarão o poder unidos aos derrotados nas últimas quatro eleições”, disse. “Não ascendem ao governo pelo voto direto, como eu e Lula fizemos em 2002, 2006, 2010 e 2014. Apropriam-se do poder por meio de um golpe de Estado”, acrescentou.

Dilma disse que causa “espanto” que a maior “ação contra a corrupção da nossa história” leve justamente ao poder um “grupo de corruptos investigados”.

A presidente destituída disse que está em jogo o “projeto nacional progressista, inclusivo…

Ver o post original 1.077 mais palavras

BLOG DOS SERVIDORES DO CONSELHO DE RECURSOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

31.08.2016
Do portal BRASIL247
Por Vagner Freitas, presidente da CUT

:

“A presidenta Dilma foi definitivamente afastada pelo Senado Federal, apesar de não ter sido provado nenhum crime de responsabilidade. O golpe na democracia afetará profundamente a vida dos trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade e dos brasileiros e brasileiras que mais precisam da manutenção e ampliação dos direitos e das políticas públicas, tanto hoje quanto no futuro”, diz mensagem da Central Única dos Trabalhadores, presidida por Vagner Freitas

Em dia de luto, Senado enterra a democracia e dá golpe
Maior atingida será a classe trabalhadora. Mas data marca também o início de uma nova etapa de luta

A presidenta Dilma foi definitivamente afastada pelo Senado Federal, apesar de não ter sido provado nenhum crime de responsabilidade. O golpe na democracia afetará profundamente a vida dos trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade e dos brasileiros e brasileiras…

Ver o post original 1.215 mais palavras

BLOG DOS SERVIDORES DO CONSELHO DE RECURSOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

31.08.2016
Do blog O CAFEZINHO
Por Bajonas Teixeira

54 MILHÕES DE VOTOS ROUBADOS(Charge: Lorenzo)

Por Bajonas Teixeira de Brito Junior, colunista do Cafezinho

Decorridos 52 anos e alguns meses após o golpe de 31 de março de 1964, o Brasil assiste à finalização de outro golpe, novamente no dia 31, dessa vez de agosto. Agosto, mês nefasto, em que coincidiram algumas tragédias políticas no país, agora é potencializado pela data também politicamente maldita, o 31.

Como tudo correu muito bem para os golpistas, e a sorte lhes sorriu com todas as cumplicidades da mídia, dos empresários e do judiciário, e lhes deu a vitória, uma vitória expressiva, acima das expectativas – reeditando o que ocorreu na Câmara –, o caminho está traçado não para uma simples mudança, mas para reinaugurar um novo velho Brasil.

Como disse uma vez Millor, “o Brasil tem um longo passado pela frente”.

Esse Brasil velho, arcaico, volta feroz, disfarçado de…

Ver o post original 962 mais palavras

BLOG DOS SERVIDORES DO CONSELHO DE RECURSOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

31.08.2016
Do portal JORNAL GGN

Jornal GGN – Por 61 votos a 20, Dilma Rousseff, reeleita presidente da República em 2014 com cerca de 54,5 milhões de votos, foi afastada em caráter definitivo pelo Senado, nesta quarta (31), num processo de impeachment por crime de responsabilidade fiscal com motivos controversos. A sentença pela perda do mandato foi lida às 14h13 pelo ministro Ricardo Lewandoski. O Senado, contudo, manteve os direitos políticos de Dilma. Isso significa que ela pode ocupar cargos públicos.

Para fundamentar o impeachment, a oposição à presidente destituída alegou que pedaladas fiscais e decretos de créditos suplementares assinados entre 2014 e 2015 feriram a Lei de Responsabilidade Fiscal, acusação que a defesa de Dilma rechaçou com opinião de técnicos do próprio Congresso e do Ministério Público Federal, entre outros argumentos.

Com a saída de Dilma, Michel Temer (PMDB) assume a presidência da República até o final do mandato…

Ver o post original 157 mais palavras

BLOG DOS SERVIDORES DO CONSELHO DE RECURSOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

31.08.2016
Do blog O CAFEZINHO

Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa extraordinária para votar a Denúncia 1/2016, que trata do julgamento do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff por suposto crime de responsabilidade. 

À bancada, senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB).

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

 
 

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

por Luciana Oliveira, em seu blog

Este texto foi escrito propositadamente antes de Dilma Roussef, presidente eleita com mais de 54 milhões de votos dar lugar a Michel Temer, catapultado em histórica conspiração num processo de impeachment ilegítimo.

Ver o post original 310 mais palavras

BLOG DOS SERVIDORES DO CONSELHO DE RECURSOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

29.08.2016
Do BLOG DO MIRO
Por Altamiro Borges

Os golpistas fizeram de tudo para evitar a presença de Dilma Rousseff diante do tribunal de exceção do Senado na manhã desta segunda-feira (29). Espalharam boatos e estimularam a cizânia. Temiam a repercussão do seu pronunciamento – no Brasil e no mundo. A pressão dos covardes, porém, não deu resultado. “Coração valente”, a presidenta foi ao plenário – acompanhada de artistas, intelectuais e de lideranças políticas e sociais – e fez um discurso altivo e contundente. Durante horas, Dilma também aguentou as provocações dos falsos moralistas, respondendo com firmeza aos algozes. O efeito foi imediato. Nas redes sociais, a hashtag #Pelademocracia foi a mais acessada no twitter mundial. Na imprensa internacional, o histórico discurso teve ampla repercussão.
O jornal estadunidense The New York Times – tão bajulado pelo jornalismo nativo com complexo de vira-lata – destacou em seu site: “Dilma diz que não…

Ver o post original 357 mais palavras

BLOG DOS SERVIDORES DO CONSELHO DE RECURSOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

29.08.2016
Do BLOG DO MIRO
Por Altamiro Borges

Os golpistas fizeram de tudo para evitar a presença de Dilma Rousseff diante do tribunal de exceção do Senado na manhã desta segunda-feira (29). Espalharam boatos e estimularam a cizânia. Temiam a repercussão do seu pronunciamento – no Brasil e no mundo. A pressão dos covardes, porém, não deu resultado. “Coração valente”, a presidenta foi ao plenário – acompanhada de artistas, intelectuais e de lideranças políticas e sociais – e fez um discurso altivo e contundente. Durante horas, Dilma também aguentou as provocações dos falsos moralistas, respondendo com firmeza aos algozes. O efeito foi imediato. Nas redes sociais, a hashtag #Pelademocracia foi a mais acessada no twitter mundial. Na imprensa internacional, o histórico discurso teve ampla repercussão.
O jornal estadunidense The New York Times – tão bajulado pelo jornalismo nativo com complexo de vira-lata – destacou em seu site: “Dilma diz que não…

Ver o post original 357 mais palavras

BLOG DOS SERVIDORES DO CONSELHO DE RECURSOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

29.08.2016
Do portal JORNAL GGN

Jornal GGN – Em entrevista a Marco Weissheimer (Sul21), Wanderley Guilherme dos Santos, o cientista político que antecipou a conjuntura que levaria o Brasil à ditadura militar, disse que o impeachment de Dilma Rousseff é um golpe muito pior do aquele de 1964. Isso porque, naquela época, a sociedade estava intimidada e os militares tinham uma agenda minimamente nacionalista. Hoje, o País parece anestesiado a ponto de aceitar o processo em curso no Senado, mesmo com evidências claras de que a ideia é impor um projeto reacionário e antinacionalista.

Segundo Santos, hoje, “(…) os assalariados, de modo geral, com a ameaça de desemprego, estão muito pouco dispostos a participar de manifestações com pautas universais, generalizantes”, como o combate ao impeachment por ser uma afronta à Constituição e à democracia. “Só farão isso por questões específicas. Essa postura obedece a razões materiais compreensíveis”, disse.

Além disso…

Ver o post original 809 mais palavras

BLOG DOS SERVIDORES DO CONSELHO DE RECURSOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

29.08.2016
Do blog VI O MUNDO,28.08.16

Captura de Tela 2016-08-28 às 06.35.14
Ele fez toda a diferença

Moro achou a mulher do Cunha. Milagre!

Por Altamiro Borges, em seu blog

Na quinta-feira passada, 25, finalmente o “justiceiro” Sérgio Moro encontrou Cláudia Cruz, a mulher do correntista suíço Eduardo Cunha. Segundo matéria do Jornal do Brasil, “o juiz aceitou pedido da defesa da mulher do ex-presidente da Câmara para que fosse devolvido o passaporte dela que estava com a Justiça” por decisão do Ministério Público Federal que temia a sua fuga para o exterior.

Mas, sempre tão rigoroso, “Moro determinou que possíveis viagens realizadas por ela sejam previamente informadas oficialmente”. Só mesmo os “midiotas” para acreditarem na imparcialidade do novo ícone da TV Globo e de seus artistas amestrados — como Susana Vieira e outras celebridades golpistas.

Duas semanas antes, o mesmo Sérgio Moro havia afirmado — pela terceira vez seguida — que ainda não tinha ouvido…

Ver o post original 608 mais palavras