Jean Wyllys: “como fica um processo de impeachment conduzido por um corrupto que agora é preso?”

Publicado: 19/10/2016 em NOTÍCIAS

BLOG DOS SERVIDORES DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

19.10.2016
Do blog O CAFEZINHO
Por Jean Wyllys, em seu Facebook

Brasília- DF 14-07-2016   Sessão da CCJ que não aceitou os recursos do deputado Eduardo Cunha. Foto Lula Marques/Agência PT

CUNHA PRESO

Finalmente, muito tarde, muito tarde mesmo, o ex-deputado Eduardo Cunha foi preso em Brasília pela Polícia Federal nesta quarta-feira e sua casa, na Barra da Tijuca, foi alvo de operação de busca e apreensão ordenada pelo juiz Sérgio Moro. A ordem do juiz é de prisão “preventiva”.

Cunha, articulador político da bancada fundamentalista no Congresso Nacional, é investigado por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, e foi o principal organizador do golpe parlamentar contra a presidenta eleita Dilma Rousseff. Desde muito antes da votação do impeachment, havia provas mais do que suficientes (coletadas tanto pelo Ministério Público brasileiro quanto pelo Ministério Público da Suíça) para que Cunha fosse afastado do cargo, perdesse o mandato, virasse réu e fosse julgado e condenado. As provas eram fartas e incontestáveis!

Foi por tudo isso que o PSOL, apoiado…

Ver o post original 352 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s