Chacina como política

Publicado: 10/01/2017 em NOTÍCIAS

BLOG DOS SERVIDORES DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

10.01.201
Do portal BRASIL247, 09.01.17
Por Marcelo Zero

O Secretário da Juventude do Golpe, que defendeu mais chacinas, foi demitido porque falou em público o que os golpistas e seus apoiadores pensam em privado.

Afinal, este é um governo que, além de ter suprimido a democracia e a soberania popular, instituiu um Estado de Exceção dedicado à repressão feroz aos movimentos populares e estudantis que se opõem ao golpe. Conduzido pelo Ministro da Justiça, o mesmo que negou auxílio ao governo de Roraima, esse Estado de Exceção já propôs até mesmo a tortura como método para desalojar os estudantes que ocupavam as escolas.

Nesse contexto, os direitos humanos só existem realmente para os “homens de bem”, a minoria branca, afluente e bem-nascida da Casa Grande. Os habitantes da nossa “Bélgica”, que bateram panelas e foram às ruas com o apoio das polícias e da mídia.

Para os demais, afrodescendentes, índios…

Ver o post original 1.081 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s