Reforma da Previdência: pensão por morte não será mais integral. Entenda as mudanças

Publicado: 06/02/2020 em NOTÍCIAS

BLOG DOS SERVIDORES DO CONSELHO DE RECURSOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

12.11.2019
Do portal o GLOBO, 06.02.2020

A  Emenda Constitucional da reforma da Previdência , cuja proposta foi apresentada no início deste ano pelo presidente Jair Bolsonaro e aprovada pelo Congresso , foi promulgada nesta terça-feira pelos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia , e do Senado, Davi Alcolumbre .

Mudança mais ambiciosajá feita nas regras de aposentadoria do país, a reforma fixa idade mínima de 65 anos para homens e de 62 anos para mulheres para ter direito a se aposentar. E alterou as regras para pensão.

Para quem já contribui para o INSS ou para o regime de Previdência do setor público, haverá regras de transição. Os mais jovens, que ainda não ingressaram no mercado de trabalho, terão de seguir integralmente as novas exigências para se aposentar.

Quer saber quanto tempo falta para se aposentar?Clique aqui e simule na calculadora da Previdência do GLOBO .

Veja, abaixo, as…

Ver o post original 3.348 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s