Arquivo da categoria ‘TERCEIRO TURNO’

03.04.2016
Por Irineu Messias atualizada em 04.04.16, ás 18.51

20160331_162243 (1)
31 de março,Recife. Juntos com os movimentos sociais, estudantes, artistas e intelectuais, gritamos bem alto em defesa da Democracia: “Não Vai Ter Golpe”!  Fora Globo Golpista”!

A intensa movimentação dos partidos de oposição na luta pelo impeachment da presidenta Dilma, revelou-se como uma real, perigosa tentativa de aplicar  um Golpe de Estado na nossa jovem democracia.

Os partidos golpistas (PSDB,PMDB DEM, PPS, SD), em conluio com a grande mídia brasileira, capitaneada pela Rede Globo, tentaM enganar a população, dizendo ser correto os motivos para cassar o mandato da presidenta Dilma, por meio do impeachment.Alegam que este procedimento está previsto na Constituição Federal, o que em parte é verdade. Em parte. No entanto, a mesma Constituição prevê também(e isto os golpistas  fazem  questão de não esclarecer ) que é preciso haver crime de responsabilidade(clique aqui e entenda) e até o presente momento os golpistas  não conseguiram e não conseguirão provar que a presidenta cometeu.

Juristas de renomes de todo o Brasil já se pronunciaram dizendo que a presidenta Dilma, não cometeu nenhum crime(clique aqui) por conta das pedaladas fiscais(clique aqui),  e assinaram um manifesto contrário ao famigerado processo de impeachment aberto por um dos maiores corruptos do Congresso Nacional, Eduardo Cunha, já denunciado pelo STF,  e muito outros golpistas sem moral,  que continuam apoiando-o e defendendo que ele, Cunha, conduza o tal procedimento ilegal, que embora previsto da Constituição, mas que TEM QUE PROVAR SE HOUVE CRIME DE RESPONSABILIDADE . Ademais, os principais líderes do impeachment estão sendo investigados, denunciados por corrupção.  Paulinho da Força(do Solidariedade), Agripino Maia( DEM), Raul Jungan( recentemente descoberto na lista da Odebrecht), Aécio Neves( delatado OITO vezes na Lava Jato, e nada acontece com ele), José Serra, Jarbas Vasconcelos(PMDB.PE),Mendonça Filho(DEM.PE),Rubens Bueno(PPS.PR), e tantos outros envolvidos em escândalos de corrupção.

Para nos convencermos que um golpe realmente está em curso, basta perceber que as mesmas entidades que apoiaram o Golpe Militar de 1964(clique e veja), declaram de novo, apoio a este novo Golpe, agora político-midiático-judicial, ei-las: TV Globo(Globo Golpista), Folha de S.Paulo, Fiesp, jornal o Globo, Diários Associados( Correio Brasiliense, Estado de Minas, etc),  OAB nacional. Todas essas entidades estão financiando  golpe, não apenas contra a presidenta Dilma ou  PT, mas principalmente contra a Democracia Brasileira, que para retomá-la em 1985, custou a vida de muitos inocentes, que foram torturados, cassados  seus direitos civis,foram mortos e outros exilados.

Os servidores públicos federais, particularmente, nós da Previdência Social, não podemos assistir de camarote a esta  tentativa de Golpe.Essas forças golpistas nos detestam; destruíram nossas liberdades(milhares de servidores públicos federais foram perseguidos e expulsos do serviço público), precarizaram o serviço público; acabaram-se os concursos públicos(só entrava quem tinha “pistolão”, ou famoso  QI).Poderemos ter nossas liberdades sindicais cassadas, como aconteceu em 1964, pois éramos proibidos de fazer greves, de ter sindicatos e  tantos outros direitos que nos foram cassados.

Resultado de imagem para não vai ter golpe fotos

Portanto, temos que nos somar aos movimentos sociais,aos  intelectuais, aos artistas, aos juristas, aos estudantes, aos sindicatos, ao MST, a CUT e aos  partidos que defendem o Estado Democrático de Direito, e gritarmos bem alto: “Não Vai Ter Golpe”.Nossa militância nas ruas e nas redes sociais, contra o Golpe, é muitíssimo importante!

Não é preciso gostar do PT, de Dilma ou de Lula. Pois muita gente,  nem votou neles, mas nos  dias 18 e 31 de março, foram às ruas, porque finalmente caiu a ficha e perceberam que o golpe é contra a Democracia Brasileira.

As pessoas finalmente perceberam, que o  Juiz Moro, transformou-se numa marionete da Globo Golpista, ficando explicitado para muitos brasileiros que sua cruzada justiceira só atingiu até agora um lado: o PT e seus aliados.Se tiverem culpa que sejam mesmo julgados mas respeitando as leis e o devido processo legal.

Entretanto quando as investigações chegam aos políticos da oposição, principalmente no PSDB, nada acontece. O   exemplo disto é  Aécio Neves, OITO VEZES delatado na Lava Jato e nada aconteceu contra ele!Ficando claro que a LAVA JATO  é  uma operação para cassar o PT e provocar um Golpe de Estado com a ajuda da Grande Mídia, capitaneada pela Rede Globo, que em 1964 foi a principal articuladora do Golpe Militar, que cassou por 23 anos nossos direitos civis. Agora, contudo, temos a internet, que por meio das redes sociais vem desmascarando o verdadeiro intento dos golpistas: impedir que a Lava Jato vá até o seu final, e mostre para o Brasil que todo o sistema eleitoral brasileiro, desde 1980 está contaminado pelo dinheiro dos empresários, e  que não apenas  começou nos “governos do PT”, como a Mídia Golpista repete manipuladamente.

Por  fim, esperams que o Supremos Tribunal Federal, ponha um freio de arrumação nesta justiça partidária,seletiva e golpista, punindo exemplamente todos que cometeram crimes, inclusive o Sr. Sérgio Moro, que infringiu a Lei de Segurança Nacional, ao grampear a presidência da República; se fosse nos Estados Unidos ou na Rússia, a esta hora ele já estaria na preso.

Portanto, caros colegas servidores da Previdência conclamo a todos, que saiam à luta e defendam com todas as suas forças a nossa jovem democracia, contra uma FIESP golpista, que destesta o serviço público e mais ainda seus servidores; denunciem o golpismo da TV Globo, que sempre odiou os servidores públicos;  sempre fez reportagens negativas sobre nós servidores públicos. Nas nossas greves, sempre nos detonou, sempre procurou manchar nossa imagem perante a opinião pública.

Usem as redes sociais para defender a democracia brasileira seriamente ameaçada por esses golpistas sem moral. Tem muita gente que não votou e nem vota no PT, como os integrantes do PSOL e  de  outros  segmentos sociais,  mas  por entenderem que a democracia brasileira  estáseriamente  ameaçada, estão saindo às ruas contra o Golpe.

 

Finalizo com uma célebre frase de nosso grande Ruy Barbosa: “O que me incomoda não é o barulho dos homens maus, mas o silêncio dos  bons”.

Defender a democracia, é defender o serviço público. E quando ocorrea a  ruptura de um regime democrático, o primeiro a ser atingido é o serviço público e principalmente seus servidores.

Avante , companheiros!

Em defesa da Democracia! Não Vai Ter Golpe!

LEIA MAIS:

NÃO AO GOLPE! EM DEFESA DA DEMOCRACIA BRASILEIRA!

19.04.2016
Do portal da Agência Brasil
Por  Ana Cristina Campos e Yara Aquino – Repórteres da Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (19) que o Brasil tem um “veio golpista adormecido” e que não houve um presidente após a redemocratização do país que não tenha tido um processo de impedimento no Congresso Nacional.

“Se nós acompanharmos a trajetória dos presidentes no meu país no regime presidencialista a partir de Getúlio Vargas, nós vamos ver que o impeachment sistematicamente se tornou um instrumento contra os presidentes eleitos. Tenho certeza que não houve um único presidente depois da redemocratização do país que não tenha tido processos de impedimento no Congresso Nacional. Todos tiveram”, afirmou Dilma, em entrevista a veículos estrangeiros no Palácio do Planalto.

Dilma também ressaltou que se crise econômica fosse argumento “para tirar presidente da República não teria um único presidente da República nos países desenvolvidos que sobrevivesse à profunda crise econômica com desemprego”. Para ela, não é por causa da crise econômica que está ocorrendo a crise política.

A presidenta destacou que a crise atual está acontecendo pelo fato de a eleição de 2014 ter sido vencida por uma margem estreita, de pouco mais de 3 milhões de votos. A petista recebeu 54 milhões de votos. “Essa eleição perdida por essa margem tornou no Brasil a oposição derrotada bastante reativa a essa vitória e por isso começaram um processo de desestabilização do meu mandato desde o início dele. Este meu segundo mandato, há 15 meses, tem o signo da desestabilização política”, afirmou.

Os deputados aprovaram neste domingo (17), por 367 votos a favor e 137 contra, o prosseguimento do processo de impeachment contra a presidenta Dilma. Em uma entrevista concedida à imprensa ontem (18), Dilma disse se sentir indignada e injustiçada com a decisão da Câmara dos Deputados.

Se a admissibilidade do afastamento for aprovada também pelos senadores, a presidenta será afastada do cargo por até 180 dias, enquanto o Senado analisa o processo em si e define se Dilma terá o mandato cassado.

Edição: Denise Griesinger

****
Fonte:http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2016-04/dilma-rousseff-brasil-tem-um-veio-golpista-adormecido

04.12.2014
Do BLOG DA CIDADANIA
Por Eduardo Guimarães

trensalão capaEnquanto céus e terras se movem para inventar pagamento de propina com recibo, nas instâncias de investigação que julgam e condenam políticos só quando são petistas, tucanos envolvidos em escândalo que em tudo se assemelha ao da Petrobrás vão saindo à francesa, sob os auspícios da PF e do STF.

Esse caso é uma bofetada no rosto da sociedade, sobretudo da sociedade-zumbi que povoa São Paulo, ainda que esta não se manque.

Na última quinta-feira (4), a Polícia Federal concluiu o inquérito sobre o cartel de empresas fornecedoras de trens para o Metrô e para a CPTM, esquema que operou em São Paulo entre 1998 e 2008 (dez anos inteirinhos) sem que os então governadores Mario Covas, Geraldo Alckmin e José Serra soubessem qualquer coisa.

Governante tucano tem direito de “não saber”, ao contrário de governante petista.

A PF indiciou 33 investigados por corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, formação de cartel e crime licitatório. Nenhum desses indiciados é político. Só laranjas foram acusados. Meros funcionários, tanto das empresas corruptoras quanto das corrompidas.

Alguns deles ainda trabalham nas empresas estatais paulistas, inclusive.

O perfil de indiciados é muito parecido com o do escândalo da Petrobrás. São servidores públicos, doleiros, empresários e executivos de grandes empresas que participaram de esquema de divisão de contratos com o Metrô de São Paulo e com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

As estatais “foram usadas, foram vítimas” do ajuste das empresas, diz a PF. Não são como a Petrobrás (SIC), que “sabia de tudo”…

O que difere em um esquema criminoso que teve início há 16 anos – e que só começou a ser investigado em 2008 – para o caso Petrobrás é que, de forma espantosa, essas empresas que corromperam funcionários públicos das estatais Metrô e CPTM fizeram tudo isso sem envolver um mísero político, segundo a PF.

José Serra, por exemplo, apesar de ter sido acusado por um ex-executivo da Siemens, Nelson Marchetti, de ter orientado a multinacional alemã a não entrar com ação na Justiça contestando a contratação da espanhola CAF na licitação para compra de 384 carros da CPTM, segundo a PF “não sabia” de nada.

Mas Serra não foi o único político investigado. Em outubro de 2013, a PF tomou depoimentos de dois ex-diretores da Siemens, em uma delação premiada igualzinha à do caso Petrobrás. Everton Rheinheimer, um dos delatores, citou deputados do PSDB, do DEM e do PPS como beneficiários de propinas do cartel.

Porém, alegando falta de indícios, o Supremo Tribunal Federal arquivou os inquéritos contra o senador Aloysio Nunes Ferreira, do PSDB, e contra os deputados federais Arnaldo Jardim, do PPS, e Edson Aparecido, do PSDB.

Contudo, o escândalo que seria um esquema dessa envergadura não envolver um mísero político, tem chance (pequena) de não ocorrer. O Supremo ainda analisa suspeitas contra os deputados Rodrigo Garcia, do DEM, e José Anibal, do PSDB. Eles foram citados em delação premiada feita pelo ex-diretor da Siemens Everton Reinheimer.

Dois ministros já votaram para acabar com essa coisa incômoda de investigar demos e tucanos e decidiram-se pelo arquivamento da denúncia. Outros dois posicionaram-se a favor da continuidade da investigação. O julgamento, porém, foi interrompido por pedido de vista de um dos ministros.

O recurso de “acompanhamento processual” do site do STF mostra quem decidiu o que no STF após a escandalosa conclusão da PF, que age de forma tão diferenciada quando os envolvidos em escândalos são do PSDB. Confira, abaixo, o que diz o andamento do processo 3815 do Supremo.

trensalão

*****
Fonte:http://www.blogdacidadania.com.br/2014/12/trensalao-pf-toffoli-marco-aurelio-e-fux-claro-matam-no-peito/

24.11.2014

Do portal JORNAL GGN,22.11.14

LUÍS NASSIF ON LINE

Por

Na posse, o irmão de Toffoli (que tem síndrome de Down) dá em Lula o beijo.

No post “Armado por Toffoli e Gilmar já está em curso a estratégia do impeachment” alertei que a estratégia consistiria em encontrar ligações entre a Lava Jato e a campanha de 2014. Ou seja, sinais de contaminação do Caixa 1 da campanha.

Agora já se tem o controle das duas garras da pinça.

Numa ponta, Gilmar Mendes com todos os documentos da prestação de contas do PT e da campanha de Dilma – auxiliado por um batalhão de técnicos do Banco Central, Tribunal de Contas da União e da Receita. Leia o post “Gilmar dá mais um passo em direção ao terceiro turno“.

Na outra, o juiz Sérgio Moro, que ontem estendeu a quebra de sigilo das empresas de Yousseff para 2014.

Nem o PT nem o Palácio demonstram dispor de alguma estratégia defensiva. O Palácio não dispõe sequer de um conselheiro para transitar pelo mundo jurídico.  Se depender de ambos, a legalidade estará indefesa.

Como se recorda, o primeiro lance da jogada foi montado pelo presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Antônio Dias Toffoli, ao atropelar o regimento e montar um sorteio que – contra todas as probabilidades – jogou os dois processos no colo de Gilmar Mendes.

O sorteio foi montado menos de oito horas úteis após o final do mandato do conselheiro Henrique Neves e antes mesmo que os documentos da prestação de contas tivessem chegado ao Tribunal. Menos de meia hora depois de ser “sorteado” Gilmar Mendes tomou as providências para tornar irreversível o remanejamento dos processos.

Segundo o presidente do PT, Rui Falcão, o partido se cercou de todas as precauções para impedir dinheiro contaminado na campanha.

Além dos técnicos que o auxiliam na avaliação das contas, Gilmar conta com um conselheiro especial: o próprio Toffoli que já foi advogado do PT.

Não significa que o impeachment são favas contadas. Há muita água a rolar debaixo da ponte.

Mas significa que o jogo está armado e que, no mínimo, conseguirá paralisar por um longo tempo um governo que necessita de urgência para estabilizar a economia.

As informações sobre a ampliação do prazo de quebra de sigilo das empresas de Alberto Yousseff, foi dada hoje pelo O Globo.

*****

Fonte:http://jornalggn.com.br/noticia/juiz-moro-monta-a-segunda-garra-da-pinca-do-impeachment